II Cavalgada Católica de Itapuranga

IGREJA CATÓLICA DE ITAPURANGA PROMOVE SUA II CAVALGADA

 

 

Por Divino Ribeiro Magalhães Filho

Itapuranga-GO, sábado, 17 de junho de 2017

 


Sob a liderança do Padre Celso Leonel Carpenedo, pároco da cidade de Itapuranga-GO, 160 Km de Goiânia, Capital do Estado, a Igreja Católica da Cidade realizou na tarde da última sexta-feira, 16 de junho de 2017, a sua II Cavalgada Católica em homenagem aos padroeiros da Localidade, Nossa Senhora de Fátima e São Sebastião.


O recinto (Tatersal) do Parque de Exposição Agropecuário do Município foi o local de concentração dos cavaleiros e amazonas, que começaram a chegar para a confraternização por volta das 3 h daquela tarde ensolarada de sexta-feira. O passeio, que iniciou por volta das 4:10 h, teve percurso longo, passando pelas principais vias da Cidade e que chegou à Igreja Nossa Senhora de Fátima (Xixazão), às 5:50 h, onde as manifestações religiosas e culturais continuaram a acontecer. 


O Evento Caipira Religioso, teve como objetivo, anunciar à e convidar a população Itapuranguense para participar da tradicional novena em homenagem aos padroeiros da Comunidade (Nossa Senhora de Fátima e São Sebastião), que iniciou ontem, 16, e vai até o dia 25 de junho, e que será celebrada na 1ª Edificação Católica do Município, local onde surgiu o Povoado da Canastra, que logo viria a se transformar o Distrito do Xixá, sendo este, elevado à condição de município (1954) com o nome de Itapuranga.


Na mistura do ser camponês e citadino, automóveis, motocicletas, cavalos, charretes e carros de bois foram a miscelânea  que compôs a simbólica e interessante representação religiosa Católica da Cidade; os dois carros de bois, com suas quatro juntas (parelhas) de animais bovinos adestrados atraíram e chamaram a atenção, tanto de senhores (as) (que, hoje, mesmo residindo na cidade relembram seus passados de labutas no transporte rústico, quando moravam e trabalhavam no meio rural) quanto da boa parte da juventude que, talvez seja a primeira vez que tenha visto in loco como se dava o transporte de mantimentos e outros materiais nas áreas rurais em tempos idos.

 

É verdade que, o Padre Celso Carpenedo, desde sua chegada à Itapuranga (há mais ou menos 2 anos) vem dando uma nova cara a manifestação Católica da Comunidade, e, com isso, arrebanhando, mais, e mais pessoas, e oxigenando a fé e participação daqueles (as) que, até então se encontravam um pouco descrentes com Catolicismo local; e isso, pode se dizer com segurança que vem da dinâmica criativa de quem tem compromisso e capacidade para com a prática da fé e da sociabilidade de uma gente que pratica o coletivismo cristão.

POVOADO DE LAGES, MUNICÍPIO DE ITAPURANGA, PADECE POR 
ESCASSEZ NO FORNECIMENTO DE ÁGUA

 


Por Divino Magalhães Filho
Itapuranga-GO, quarta-feira, 14/06/2017

 


Água, um líquido precioso e vital! Muito mais do que um clichê ou uma frase de efeito, é necessário que seja levada a sério na prática, quando se trata de assegurar condições básicas e necessidades primárias de vida, principalmente, no que se refere à existência humana de uma Localidade.


Povoado de Lages, lugarejo rural que está situado a 11 km da sede do município de Itapuranga-GO, 160 km de Goiânia, Capital do Estado, vivencia, há 12 dias, uma situação de penúria e precariedade na questão do abastecimento de água. Segundo uma fonte, que preferiu o anonimato, o Povoado de Lages vem enfrentando, nos últimos dias, grandes dificuldades no que toca ao fornecimento satisfatório de água às pessoas daquela Localidade.


Conforme contou o informante, a bomba hidráulica, que abastece dois reservatórios/distribuidores-um, de 20 mil e outro com capacidade para armazenar doze mil litros de água-queimou e, há mais de uma semana (segunda-feira, 05 de junho de 2017), foi retirada e levada para o conserto, ficando a população local desassistida em relação ao abastecimento, posto que, a Prefeitura de Itapuranga não providenciou uma bomba reserva para mandar água do poço artesiano aos dois reservatórios.


Ainda de acordo com o mesmo informante, para tentar amenizar a difícil situação das diversas famílias (em torno de 50 a 60 casas) daquele Lugarejo, um produtor rural da Região (plantador de tomate), por nome de Denilson, saiu em socorro da citada Comunidade, se utilizando de seu material de trabalho (bomba de irrigar sua plantação) para, segundo a fonte, levar água captada do Ribeirão Lages para os dois reservatórios, que, devido o aparelho hidráulico não ser o adequado e o pouco tempo diário de bombeamento, a água que vem do Riacho, "não apropriada para o consumo humano", não consegue suprir as necessidades básicas de toda a Comunidade, visto que, "devido a pouca força e a constante escassez de água nas duas torres, a parte mais alta do Povoado sempre fica sem o abastecimento adequado e necessário.


Diante das informações repassadas, a Reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Itapuranga-que é comandada por Daves Soares da Silva PSDB-via sua Assessoria de Imprensa, onde o repórter, além de relatar o caso, fez alguns questionamentos, que sejam: 1. Diante do relatado, qual é a posição do prefeito Daves Soares frente às dificuldades enfrentadas por aquela gente lageana? 2.Tem previsão para a reinstalação da bomba hidráulica naquele Povoado? 3. O porquê não existir uma bomba reserva para, ao menos, amenizar os problemas no que toca à falta de água no Povoado de Lages?

 


A RESPOSTA DA PREFEITURA DE ITAPURANGA

 


"Divino, no geral não está faltando água. Ontem mesmo a equipe da secretaria de Infraestrutura e Cidades foi averiguar a situação no distrito e o único lugar que não tinha era na escola porque a água não tinha força pra subir na caixa. Deste modo, o caminhão pipa fez o abastecimento ontem e já o fez hoje no período da manhã. Sobre a bomba, está em Goiânia para a manutenção, já que a mesma está em garantia de fábrica.


Quanto à bomba reserva, está suprindo a necessidade de outros locais, que também queimaram. Na escola Betel e no centro Cultural Cora Coralina, tivemos o mesmo problema, mas o abastecimento não foi interrompido, está normal. E todas (as bombas) estão em manutenção."

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
Visitante número: